Começou a Wine Weekend, bebê!

Ontem foi o 1º dia da Wine Weekend e adivinha? Lá estávamos nós! Que delícia! O evento já está na oitava edição e reúne mais de 60 expositores no Pavilhão da Bienal, do Parque do Ibirapuera. Chegamos por volta das 20h e foi uma experiência super bacana. É sempre muito legar ir a eventos desse tipo, pois, como não somos especialistas, acabamos conhecendo novas vinícolas e, mais do que isso, várias uvas diferentes daquelas que estamos acostumamos a tomar. Sucesso!

Vamos lá! Logo de cara vimos uma das vinícolas que mais gostamos: a Casa Valduga. E por que amamos a Casa Valduga? Bom! Porque foi a que escolhemos para comprar o espumante do nosso casamento! hehehe! (Já pode voltar para a festa de casamento?) Brincadeiras a parte, conhecemos a Casa Valduga na nossa viagem para Gramado e Bento Gonçalves. Fizemos um tour guiado e degustamos algumas variedades. Ontem provamos novamente o Naturelle e o Raízes. O primeiro é mais adocicado e o segundo mais encorpado. Nós amamos o segundo, claro! Não compramos nenhum, pois ainda temos alguns em casa, que restaram do casamento, mas encontramos uma das nossas geleias favoritas, da casa madeira, de amora. Hum!

Em seguida demos um pulo na Casa Perini. É uma vinícola da região de Farroupilha, no Rio Grande do Sul. Essa ainda não tivemos oportunidade de conhecer, mas adoramos as vinícolas nacionais. Os vinhos do Brasil estão cada vez melhores e a gente tem que valorizar o que é da nossa casa, certo!? Então, provamos um Tannat maravilhoso! Foi a escolha da vez. Levamos uma garrafa. O preço estava ótimo!

Algumas taças depois, começamos a circular pelos estandes. Achamos o formato um pouco ruim, pois os estandes eram fechados e estavam um pouco cheios, o que dificultava entrar e mais ainda chegar at quem estava servindo os vinhos. Achamos que um formato de estandes abertos poderia facilitar para tornar a visita mais agradável. Além das nacionais Casa Valduga e Casa Perini, estava presente a vinícola Aurora. Depois conhecemos algumas importadoras. A mais curiosa importava vinhos da Ioguslávia! Mas também os mais clássicos europeus: Espanha, França, Itália: maravilhosos.

De repente entramos no estande que tinha o melhor vendedor de todos os tempos. A importadora Vinissimo e o Marcos tornaram nossa visita muito agradável. Ficamos um tempão lá com ele conversando e aprendemos mais sobre vinho. Papo vai, papo vem, compramos nossa segunda garrafa. Um Bordeaux, Chateau – Haut Castenet, safra 2009. Essa foi a escolha mais especial de todas, pensada para a comemoração dos nossos seis meses de casamento. O preço estava muito bom!

Aliás, os preços são algo que vale destacar. A Wine Weekend não é o melhor lugar para encontrar os vinhos baratos, daqueles que a gente encontra nos supermercados. Mas com certeza tem oportunidades muito boas de vinhos mais seletos, com descontos de mais de 50% em alguns casos. Então vale a pena para conhecer e para comprar algumas garrafas especiais.

Sobre o evento: no geral nós gostamos muito, mas esperávamos mais. Não encontramos um lugar para comer (nem mesmo uma lanchonete, nada) ou comprar água. Não tinha água à disposição nos estandes e isso era ruim, pois, quem conhece vinho sabe: os gostos vão se misturando e daqui a pouco você nem consegue identificar o que está bebendo.

A Wine Weekend vai até o dia 9/7, domingo! As entradas custam R$75 na bilheteria. Também há palestras e cursos cujos ingressos podem ser adquiridos por R$25.

O CASAL

Ela gosta de vinhos mais leves. Ele gosta de beber até a garrafa acabar. Mas não foi sempre assim. O amor pelos vinhos cresceu na mesma velocidade que o amor que sentem um pelo outro. Ele era o garoto das cervejas artesanais e ela a garota das caipirinhas. O vinho só estava presente nos dias mais frios de inverno. Mas aí as coisas foram mudando. No meio do caminho, provaram novas uvas, experimentaram outras variedades, e aprenderam - um pouquinho - sobre como combinar a bebida com seus pratos favoritos. O casinho virou namoro, o namoro virou noivado, e o noivado virou casamento. O primeiro presente: uma adega e um quadro para rolhas: a paixão que desenvolveram pelo vinho estava estampada para todos os familiares e amigos. Agora, juntos, decidiram criar um novo projeto: Amor, Vinho, Amor. Sejam bem-vindos!

O PROJETO

O Amor Vinho Amor é um projeto de um casal apaixonado por vinhos e nasceu com um propósito: ser um espaço para falar sobre essa paixão de forma descomplicada e leve. Não somos especialistas e não temos pretensão de ser, mas amamos poder compartilhar as impressões que temos sobre essa bebida que tem tantas nuances especiais, sobre onde encontrá-las e algumas dicas de como harmonizá-las, mesmo acreditando que as melhores harmonizações são aquelas que fazem sentido e agradam cada um. O vinho para nós representa os momentos felizes, de amor, de troca. No Amor Vinho Amor trazemos as nossas experiências com o vinho, seja no nosso cantinho ou em qualquer cantinho desse mundo de possibilidades. 

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Amor, Vinho, Amor